Harmonia do homem com Deus na concepção de Pitágoras

pitagoras1Por João Fábio Braga

A musicalidade nas relações sociais, no sentido do sagrado, vem desde os primórdios da humanidade. A música sempre foi um meio de congregar harmonicamente uma comunidade num elo de magia e de mistérios na religação do homem com o Deus.

Os gregos consideravam a harmonia e alma como similares na natureza, porque todas as almas são harmônicas. É nesse nível que podemos entender de forma ampla que o espírito é o som que expressa a consciência numa sintonia perfeita com a manifestação de Deus dentro da sua Criação.

Nesse sentido, a influência da Escola Pitagórica, [conhecida como Irmandade Pitágorica][i], não está somente no conjunto de números simples e de ilustrações visíveis e inteligíveis de geometria e de matemática, mas sobretudo na concepção dos números como expressão concreta e única do real, pois vivia nessas disciplinas a alma invisível, pressuposto fundamental para se compreender o universo inteiro, entrelaçado (i)material, baseado na harmonia dos números. Segundo essa escola, as manifestações da realidade são numéricas, pois elas são a essência primordial de todo o universo físico.

Pitágoras usava a música para fortalecer a união entre os seus discípulos, por entender que a música instruia e purificava a mente. Em sua Escola, a música era entendida como disciplina moral por atuar como freio aos ímpetos agressivos dos seres humanos[ii]. Ele utilizava a música para educar os seus discípulos, ensinando-os apreciar a beleza dos sons e das composições da mesma forma com que apreciavam as belíssimas formas geométricas e fórmulas matemáticas.

É nesse grau de instrução, Pitágoras percebeu que através da música as paixões materiais se tranquilizavam e o espírito tornava-se apto a alcançar a harmonia presente ao redor, em todo o Universo e de elo com o Divino. O Sol e os planetas[iii] dão origem a uma melodia cósmica enquanto se movimentam pelo espaço. Cada planeta produz uma nota musical específica e esta orquestra celestial mantém a harmonia das esferas com perfeição divina.

Naquele período já era conhecido as constelações Zodiacais, elas expressavam a compreensão dos ciclos harmônicos do Cosmo[iv], de ordem, organização e perfeição. Segundo Pitágoras, o homem comum não teria a capacidade de ouvir essa sinfonia, até porquê nasce e vive em um corpo material que, geralmente, não está desperto o suficiente para poder apreciar tamanha beleza harmônica.

Dentro do limite, extensão e profundidade do intelecto do homem pitagórico diante do Criador, a harmonia musical amalgamada aos números e à todas as coisas, consistiria o princípio que instaura o múltiplo, mas mantém a unidade e a ordem universal. Ou seja, corpo e alma coexistem à medida que a consciência da religação sagrada se processa místico-filosoficamente ao interior, mas somente a alma é imortal, sendo extensão da divindade reintegradora.

E para isso eram necessários, os iniciados a aprimorarem o conhecimento e a experiência mística através da razão e da prática meditativa, com proposito de elevar as virtudes e purificar a alma.

 

 

[i] […] destaque meu. A Irmandade Pitagórica atraía um público diversificado e atingia todos os membros da sociedade, sem nenhum tipo de preconceito. Para fazer parte era apenas exigido determinação e vontade de viver em prol do conhecimento e da purificação do espírito. Essa escola foi a primeira a aceitar mulheres nas mesmas condições da dos homens.
[ii] GOULART, Jaques – Uma Loja Simbólica REAA
[iii] “Afirma Aristóteles que Pitágoras ensinava que a terra girava ao redor do sol, o ‘fogo central’ do nosso sistema, recebendo claridade desse foco, assim como todos os seres que não possuam luz própria recebem a luz de um ser autoluminoso. (Rohden, Huberto. O Pensamento Filosófico da Antiguidade: o drama milenar do homem em busca da Verdade integral, vol.1. Ed. Alvorada, São Paulo.
[iv] O termo µ (kósmos), o Universo era regido por ordem númerica/geométrica. O Cosmo significa ‘ordem’, ‘organização’, ‘beleza’, ‘harmonia’, ou seja, é a totalidade da estrutura universal, incluindo o macro e o micro. […], segundo os pitágoricos, somente a matemática poderia oferecer ferramentas seguras para o estudo das realidades cósmicas e esse foi o grande interesse que aproximou os pitágoricos dos modernos estudiosos.
Anúncios
Esse post foi publicado em Esoterismo, Filosofia, Música, Sabedoria. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Harmonia do homem com Deus na concepção de Pitágoras

  1. Pingback: As Três Peneiras | Ensaios, Ideias e Reflexões

  2. Márcia Rejane disse:

    Nós, seres humanos, como meros mortais que somos, precisamos harmonicamente viver em sintonia com a divindade maior – Deus.
    Existe um ciclo musical envolto àqueles que de fato percebem tal sonoridade até mesmo no silêncio, pois sabemos que sintonia e harmonia entre o universo, gera sintonia e harmonia também com os seres humanos.
    Como foi bem posto, Pitágoras usava a música para fortalecer seus discípulos. E, entendemos que tal fortalecimento era a união entre eles, e para isso exigia disciplina e rigor, tal qual nossas vidas! Pois exige-se que para apreciar uma boa música, deve-se conhecer a fundo a verdadeira musicalidade apresentada no silêncio desse vasto universo e suas infinitas convicções em perfeitas melodias, onde finalizo esse comentário, concluindo que tal harmonia da musicalidade não se ouve com os ouvidos, mas sentimos no íntimo e na alma.

    Curtir

  3. Anônimo disse:

    Muito bom meu ir:.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Luiz Eduardo disse:

    Bom texto meu Ir.’. Fábio. Seus estudos estão realmente muito aprofundados,

    Curtido por 1 pessoa

Deixe comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s