Arquivo da categoria: Sabedoria

As Três Peneiras

Associado ao estudo, ao conhecimento e à pesquisa, é sempre muito salutar escutar a voz dos sábios e, por essa experiência, por mais humilde que seja, agrega-se valor substancial a nossa vida sobre o entendimento e relevância das coisas, sobretudo ajuda nos situar acima das idiossincrasias do mundo contemporâneo. Continuar lendo

Avalie isto:

Anúncios
Publicado em Ensinamentos, Filosofia, Reflexão, Sabedoria | 4 Comentários

Ensaio sobre o deus morto na obra de James Frazer

O antropólogo James Frazer fez um extenso estudo comparativo dos mitos de vários povos primitivos e civilizações antigas. Na obra o Ramo de Ouro, sua principal obra, o que chama atenção é sobre o arquétipo do deus morto presente em várias religiões. Continuar lendo

Avalie isto:

Nota | Publicado em por | Deixe um comentário

O jeito árabe de amar

Após muitas outras noites felizes juntos, acompanhado por discussões que giram em torno das grandes questões da vida e da morte. Numa determinada noite, Ibn Arabi começou a recitar alguns versos em voz alta durante uma caminhada em torno da Caaba. Continuar lendo

Avalie isto:

Publicado em Ensinamentos, Literatura, Poema, Prosa, Reflexão, Sabedoria | 2 Comentários

Assembléia na marcenaria

Contam que, certa vez, na carpintaria houve uma estranha assembleia: uma reunião das ferramentas para acertar suas diferenças. Continuar lendo

Avalie isto:

Publicado em Ensinamentos, Moral da história, Reflexão, Sabedoria | 1 Comentário

Reflexão rápida sobre o Arcano II

Podemos entender este arcano pelo prisma do número dois. O dois, por exemplo, não carrega, como se difundi em algumas tradições, uma orientação negativa ou de caráter duvidoso e contraditório, muito pelo contrário, o número dois está associado à passividade, ao feminino, ao repouso. Continuar lendo

Avalie isto:

Publicado em Ensinamentos, Esoterismo, Hermetismo, Reflexão, Sabedoria | 1 Comentário

Orgulho cínico de Diógenes

Muitas histórias eram contadas sobre Diógenes. Muitas anedotas sobre ele individualmente são muito difíceis de saber se aconteceram de verdade, mas elas expõem e revelam a mentalidade extremista da escola cínica da época, por essa razão reproduzo algumas das histórias. Continuar lendo

Avalie isto:

Nota | Publicado em por | Deixe um comentário

O Homem é “cachorro”?

Esses “ascetas da filosofia” acreditavam na renuncia do corpo, por ser obstáculo ao conhecimento, ou seja, o corpo, e tudo o que ele significa (percepção, paixão, instinto, emoção), dizia Platão, deve ser anulado para que a razão seja exercitada. Continuar lendo

Avalie isto:

Publicado em Filosofia, Reflexão, Sabedoria | 4 Comentários